FEVERJ - História
"Muito poucas são as pessoas que sabem como nasceu o esporte da vela nesta cidade de São Sebastião. E para satisfazer sua curiosidade, vamos dar umas notas esparsas sobre esse salutar esporte".

Assim começa um artigo no YACHTING BRASILEIRO, em agosto de l946, nº 22 e continua:

"A primeira prova foi realizada em Paquetá,.... Em l895, por ocasião das festas de São Roque, Padroeiro dos pescadores. Concorreu a essa regata o veterano Clube de Regatas Botafogo, na única prova de vela do dia, a qual não chegou a se efetuar porque desabou um temporal. Em 7 de setembro de l877, na Enseada de Botafogo, houve outra competição de veleiros, destacando-se os barcos "Poti", "Canário" e "Veloz"... Seguem-se outras informações por obra do articulista "OD. ATOM", anagrama de EDUARDO MOTA.

Participante de vários eventos da vela, e que, na sua modéstia, evitava citar seu nome. Fundador do IATE CLUBE BRASILEIRO, cuja sede provisória foi instalada no Clube de Regatas Flamengo, do AUDAX MOTOR CLUBE e, no que nos diz respeito, da ‘LIGA CARIOCA DE VELA E MOTOR'.

Através dele, conhecemos sua primeira diretoria, formada pelo Presidente Sr. LUIS VIANA, diretores Sr. MARIO VEIGA DA SILVA e do próprio Sr. EDUARDO MOTA.
Em 13 de novembro de l934, na sede do Clube de Regatas Guanabara, assinaram a Ata de Fundação da nova Liga, as seguintes agremiações: 

CLUBE DE REGATAS GUANABARA; CLUBE DOS TABAJARAS; CLUBE DOS CAIÇARAS; CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO; IATE CLUBE BRASILEIRO; SAILING YACHT CLUB (Em l940, RIO YACHT CLUBE) e FLUMINENSE YACHT CLUBE (em l940, IATE CLUBE DO RIO DE JANEIRO).

Não havendo outros informes, como estatutos, atas, correspondências, etc., somente conhecemos, até l5 de março de l939, o nome do Presidente, Sr. MARIO LUIS FRIAS.
Avisos

Seu sucessor, Sr. JOSÉ CANDIDO PIMENTEL DUARTE, dirigiu a Liga de l6 de março de l939 até l0 de agosto de l944. Durante seu mandato, em 5 de novembro de l941, a Assembléia Geral alterou sua denominação para "FEDERAÇÃO METROPOLITANA DE VELA E MOTOR".

Seguiu-se na Presidência o Sr. MARIO BORGES DE A. RAMOS, de ll de agosto de l944 até renunciar em l0 de setembro de l946, assumindo seu Vice, sr. FERNANDO LAVRADOR, completando o período até 5 de junho de l947. Nesta época, a F.M.V.M ., ocupava o prédio da Rua da Alfândega, 41 - 2º andar desde 2 de outubro de l946.

Em 6 de junho de l947, assume o Sr. JOEL NASCIMENTO até 3l de março de l948. Já então, à 1º de fevereiro de l948, as reuniões eram na sede da Federação Metropolitana de Basket-ball, à Avenida Rio Branco, l08 - l4º andar, eventualmente na Federação Brasileira dos Escoteiros do Mar e na Confederação Brasileira de Vela e Motor.

Assume o Sr. LEOPOLDO GEYER, de lº de abril de l948 à 3l de maio de l949. Por motivos particulares, retira-se e assume o Sr. GASTÃO VINHAIS, em lº de junho de l949, completando o período. Em l8 de maio de l950, é reeleito e dirige a F.M.V.M. até 25 de fevereiro de l953.

Num curto espaço de tempo, o Sr. MARIO MURTINHO NEIVA comanda a Federação, entre 26 de fevereiro e 25 de março de l953. Assume o Sr. LAURO MONTEIRO DE SOUZA, de 26 de março do mesmo ano à lº de janeiro de l955.

Em 23 de abril de l953, em Assembléia Geral, separou-se da Motonáutica, passando à denominar-se "FEDERAÇÃO METROPOLITANA DE VELA", com a seguinte organização:

Como Fundadores: ICRJ, ICB, RYC, CRF, CC; Como Filiados: CRG, CN, ICR, CIC, CRVG; Como Suplementares: Iate Country Clube, Cocotá Esporte Clube, Jequiá Esporte Clube e Tijuca Tenis Clube.

No início de l953, a F.M.V. herdou a sede da ex-FMVM, à Avenida Graça Aranha, l9 - l0º, mas em outubro deste mesmo ano, transferiu sua sede administrativa para o ICRJ, na Urca.

Em 4 de janeiro de l955, tomou posse na presidência da Federação, o Sr. JOAQUIM BELEM, que permanece até 28 de dezembro de l956. Novamente assume o Sr. MARIO MURTINHO NEIVA em 26 de março de l953, ficando no cargo até lº de janeiro de l959. Retorna à Presidência o Sr. JOAQUIM BELEM, de 3 de janeiro de l959 à 1º de maio de l961. Neste período, com a mudança da capital para Brasília, em abril de l960, a Assembléia Geral, dia 2 de março de l96l, alterou sua denominação para "FEDERAÇÃO CARIOCA DE VELA". Seu quadro de filiados era composto por: ICB, RYC, ICRJ, CC (desde l3/novembro/l934), CN, CRG, CIC, ICR, ICI, ICJG, PIC, GIC, GVEN e suplementares, Saquarema I.C., Barra I.C., PCSF, e Muriqui I.C.. Como curiosidade, estavam registrados na Federação, 24 Oceanos; 6 Multi-Cascos; l4 Veleiros Juniores; 25 Stars; 3 F.D.s; 16 Lightnings; 25 Cariocas; l5 Guanabaras; 21 Sharpies; 3 H.Sharpies; 52 Snipes e 82 Pinguins.

Comanda a F.C.V. o Gal. HELYO DE FARIA PEREIRA, de l5 de maio de l061 á l7 de dezembro de l962. Os Srs JOSÉ EVARISTO SAN ROMAN, de l8 de dezembro de l962 à 2 de dezembro de l964 e o CMG HELIO NOVAES, de 3 de dezembro de l964 à 5 de junho de l967, foram os Presidentes seguintes. Nesta época, a F.C.V. usou a sede da C.B.V.M., à Av. Rio Branco, l08 - s/l404 e Rua André Cavalcanti, l28 para reuniões do Conselho de Representantes.

Assumiu à seguir, o Sr. NEVIL MORLEY, de 6 de junho de l967 à 4 de março de l972. Com a separação do Rio de Janeiro e a formação do Estado da Guanabara, o C.N.D. determinou que a Federação fosse também dividida.
Resultados
(2018) Camp. Estadual ORC

(2018) Camp. Estadual IRC

(2018) Camp. Estadual BRA-RGS

(2018) Camp. Estadual Brasília 32

(15, 16, 22 e 23/09/2018) Campeonato Estadual - Classe HPE 25 (ICRJ)

(15 e 16/09/2018) J70 Brasil Cup (3ª etapa) - Classe J70 (ICRJ)

(07 a 09/09/2018) Campeonato Brasileiro - Classe Ranger 22 (ICRJ)

(06 a 09/09/2018) 31ª Semana Internacional de Vela do RJ - ICRJ
* 29er
* 420
* Finn
* J24
* Laser
* Laser Radial
* Laser 4.7
* Snipe
* Star

(01 e 02/09/2018) Copa Freewind - Classes Start, Estreantes, Open, Raceboard, FW e FE (CNC)
* Start
* Estreante
* Open
* Raceboard
* FW
* FE

(01 e 02/09/2018) Copa Master - Classe Laser (ICRJ)
* Laser
* Laser Radial
* Laser 4.7

(01 e 02/09/2018) 4ª Taça Leopoldo Geyer - Clássicos {RGS e APS} (ICRJ)
* BRA RGS (1ªR., 2ªR. e Ac.)
* APS (1ªR., 2ªR. e Ac.)

» VER TODOS
SOBRE

FEVERJ - Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro é a única entidade esportiva autorizada a organizar e realizar regatas e enventos náuticos no estado do Rio de Janeiro.
© 2017 FEVERJ - Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro